Como aumentar sua pontuação de crédito de forma prática, 3 dicas infalíveis

Você sabe o que fazer para aumentar sua pontuação de crédito? Portanto, o texto de hoje é para aqueles que têm contas pendentes e não podem obter empréstimos ou financiamentos.

Observe o que você pode realizar para mudá-lo em 1 ano. Você também pode verificar sua pontuação para melhorar se estiver baixa. Você só precisa se cadastrar online, o que explicaremos no post.

Aproveite também: Serasa Limpa Nome — Saiba Como Funciona e Negocie Suas Dívidas.

Pontuação de crédito
Pontuação de crédito

O que significa Score de Crédito?

O cadastro pode ser realizado online no site da Serasa ou Boa Vista SPC.

Com este serviço, proporcionam mais transparência nas informações e ajudam-nos a evitar problemas ou situações constrangedoras.

Na verdade, é uma ótima maneira de educar os consumidores sobre a importância de manter suas contas em dia, e se você não sabe o que é uma pontuação ou não entende como funciona esse método de teste de crédito, faremos isso agora.

A pontuação de crédito funciona através de uma pontuação que indica a possibilidade de o consumidor se tornar inadimplente no prazo de 12 meses. É realmente um sistema de pontuação que vai de 0 a 1000.

O serviço utiliza informações públicas disponíveis no banco de dados das empresas que atuam na área de análise de crédito.

Por exemplo, se você solicitar um empréstimo pessoal ou um cartão de crédito, a empresa comparará sua pontuação com vários critérios para decidir se lhe concederá ou não o crédito solicitado. É, portanto, uma partitura aberta ao público e às empresas.

Como funcionam os pontos do score?

A pontuação financeira é baseada no comportamento de compra dos consumidores.

A avaliação do risco de crédito funciona assim: de 0 a 300 pontos é um alto risco de inadimplência.

Portanto, se você tiver até 300 pontos, pode ser difícil conseguir crédito no mercado financeiro.

Isso significa que você pode não conseguir ter um cartão de crédito de limite alto ou obter um empréstimo, etc.

De 300 a 700 pontos, o risco médio é padrão. Isso mostra que você está lá, certo? Em cima do muro, entre o bem e o mal.

Você pode pagar suas contas em dia ou não. A empresa pode até lhe dar crédito, porém, limitará seu limite.

Já de 701 a 1000 pontos é um risco de inadimplência baixo. O que indica automaticamente que você é um bom pagador!

Como resultado, é provável que você obtenha um cartão de crédito com um limite mais alto.

Uma pontuação alta é boa?

A pontuação de crédito é uma maneira rápida e eficaz para as empresas avaliarem se é seguro abrir crédito para um cliente específico.

A lógica é bastante simples: quanto menor o score do consumidor, maior a probabilidade de inadimplência, ou seja, o risco de crédito elevado dificulta a aprovação do empréstimo pela instituição financeira.

Caso você tenha dado dinheiro para este perfil de cliente. Os termos do contrato (como juros, taxas e prestações) não serão interessantes porque serão muito altos.

Portanto, se você deseja ter acesso ao crédito, precisa pagar suas contas em dia para manter sua pontuação o mais alta possível.

Como você pode aumentar sua pontuação de crédito?

Você deve começar a se preocupar em aumentar sua pontuação a partir de agora. Como fazer isso? Também é muito simples: basta ir à contramão daquele com a pontuação mais baixa.

A pontuação é atualizada diariamente com os escritórios de proteção ao crédito. Portanto, pode levar vários meses para que o consumidor recupere a confiança do mercado depois que seu nome for rejeitado.

Pensando nisso, separamos 3 dicas infalíveis para você poder aumentar sua pontuação financeira e aumentar suas chances de obter crédito com condições mais justas no mercado:

1 — Cadastro Positivo nos Órgãos:

O primeiro passo é ter seu nome cadastrado nos “Cadastro Positivo” dos órgãos de proteção ao crédito!

Portanto, é o primeiro fator que as instituições financeiras consideram ao aprovar o crédito para cada nova solicitação recebida.

Entre em contato com empresas que exijam a renegociação de suas dívidas para que sua pontuação volte a subir.

Após o cadastro, é possível negociar o débito diretamente com essas agências. Na hora de pagar a 1.ª parcela, o nome deixa de ser negativo em algumas horas.

2 — Pague as Contas:

A segunda dica é pagar suas contas com antecedência.

Pagar as contas antes do vencimento é a prova para o mercado de que você é um consumidor zeloso e de que planeja seu orçamento com eficiência.

Por outro lado, os atrasos nos pagamentos são interpretados como um risco de crédito que reduz sua pontuação.

Pode Gostar — Planejamento financeiro eficiente: como fazer um para alcançar seus objetivos.

3 — Atualize os Dados:

A terceira dica é atualizar os dados, pois quanto mais precisos os dados informados à agência de proteção ao crédito, mais confiável será o seu cadastro.

Portanto, vale a pena atualizar seu registro sempre. As atualizações podem ser feitas online ou pessoalmente em qualquer uma das agências da associação.