Como ter um bom planejamento financeiro: Mude sua vida como essas dicas!

Planejar. Palavras simples com muito poder. Você percebe o poder de um bom plano financeiro?

Elaborar uma estratégia bem definida pode ser a chave para o seu sucesso, tornando o caminho para o seu objetivo financeiro mais seguro e previsível.

Seja em um cronograma curto, médio ou longo, o planejamento permite que você assuma o controle de sua situação. Controle, acompanhe e organize suas finanças para atingir seus objetivos.

Você já deve estar ciente da importância do planejamento. Esta é uma frase usada por qualquer ecônomo ou profissional financeiro. Mas colocá-lo em prática não é tão fácil quanto parece. Disciplina, determinação e foco são necessários.

Por isso, criamos um guia passo a passo para ajudá-lo a entender a importância do planejamento financeiro e como implementá-lo.

➵ Leia também: Saiba como escolher um bom empréstimo pessoal online

Planejamento financeiro: Como funciona um?

O Planejamento Financeiro nada mais é do que uma poderosa ferramenta de organização financeira. Controle de gastos, análise contínua de orçamento e estratégias bem definidas estão todos incluídos.

É uma estratégia para criar um ambiente financeiro favorável para você poder atingir seu objetivo. Por exemplo, adquirir um bem, viajar, tirar dúvidas ou fugir do vermelho.

Para isso, tenha em mente que um bom plano funcionará com metas de curto, médio e longo prazo.

E as maiores vitórias levam muito tempo. Como resultado, seu compromisso de manter sua estratégia arriscada provavelmente durará mais de uma semana ou um mês.

Estamos falando de um projeto de vida que pode durar anos ou até décadas! Ele é inabalável.

Prática que faz uma grande diferença na sua vida

Você já teve a sensação de que o tempo está passando e você não está se sentindo de seus objetivos? Ou você já pensou que tem muitas ideias na cabeça, mas não está colocando em prática?

A estratégia ajudá-lo a sair dessa situação. No Brasil, uma era econômica insustentável. Como resultado, tudo o que você pode economizar para economizar no futuro.

Para corrigir problemas, basta dar uma Previdência nas mudanças trazidas pela Reforma. Principalmente quando se trata de retirar. Como resultado, aproveite as dicas deste artigo e me coloque na mistura!

Antes de qualquer coisa, você deve ter duas coisas em seu radar: disciplina e estratégia. A disciplina irá ajudá-lo a manter o seu plano. E, mais importante, abster-se de fazê-lo no futuro.

Agora, a mente está sempre atraída pelas finanças, uma doença que tem o potencial de fazer com que tudo seja perdido.

Você define sua estratégia usando dois caminhos. Faça um diagnóstico da sua situação atual primeiro. Reserve algumas horas para acompanhar suas despesas, ganhos fixos e extras nos próximos meses e anos.

Depois disso, há um aspecto perfeitamente legítimo do planejamento. É hora de se perguntar: “Para onde você quer ir?”

Como você quer estar em cinco, dez ou trinta anos? Que categoria de vida financeira você quer ter nesses momentos de folga?

Lembre-se de que um planejamento financeiro consciente e realista considera tanto a situação atual quanto as perspectivas para o futuro. Com isso em mente, é hora de descobrir as melhores maneiras de fazer isso acontecer!

Como fazer um bom planejamento: Passo a passo

Confira o roteiro básico para seguir na elaboração e monitoramento do seu Planejamento Financeiro.

Defina metas realistas:

Não adianta traçar objetivos impossíveis. Ou estarem totalmente em desacordo com as suas possibilidades.

O sucesso do seu planejamento depende muito de metas possíveis e condizentes com sua realidade financeira.

Acompanhe suas finanças:

Sua planilha precisa ter custos básicos (como aluguel, IPTU, despesas com educação, saúde).

Além dos custos desejáveis (aqueles que não são fixos nem obrigatórios, mas que você deseja ter, como uma viagem de férias por ano ou uma reforma).

Entenda que essa planilha financeira é viva. Ou seja, pode mudar a cada dia. Por isso você deve monitorar!

Acompanhe diariamente, acrescentando custos imprevistos e economias. Isso é importante para ter uma visão ampla e ganhar consciência dos custos a longo prazo.

Pesquise sobre investimentos:

Seu sucesso financeiro depende de conhecimento de mercado. Comece quanto antes a pesquisar sobre o assunto.

Você não precisa ser um especialista para fazer isso. No entanto, conhecer os fundamentos é necessário para orientar seu bem-estar financeiro em uma direção diferente. Como resultado, eduque-se em investir lendo, pesquisando e praticando.

Escolha sua estratégia:

O tempo não é um fator no planejamento. Portanto, tenha em mente que seu melhor retorno virá mais tarde.

Considere considerações como riscos, custos, segurança futura e inflação ao decidir sobre um plano de investimento.

Tenha em mente que o Brasil tem uma das maiores taxas de impostos do mundo. Considere onde você deve armazenar suas economias de emergência, por exemplo.

Lembre-se de que determinados investimentos possuem despesas ocultas, como imposto de renda e taxas administrativas e de desempenho.

No final do dia, estamos caminhando como coisas que aconteceram inesperadamente ao longo do caminho. Não hesite em alterar seus planos.

5 práticas para ter o controle de suas finanças na palma das mãos

Tentar economizar é uma tarefa difícil. É difícil começar, manter essa economia por muito tempo e manter a estratégia financeira.

Mas, como seu sucesso depende disso, compilamos uma lista de cinco dicas práticas para ajudá-lo ao longo do caminho.

1 – Compre só o que precisa:

Este é um exercício diário que é muito benéfico para os consumidores. Crie o hábito de avaliar a real necessidade de uma compra e analisar quanto dinheiro você não gasta vai te ajudar a manter sua saúde financeira.

2 – Compare preços:

Uma compra feita no calor do momento pode levar a um sentimento de arrependimento. Pior ainda, esse dinheiro desperdiçado pode ser reinvestido em seu negócio ou gasto de forma lucrativa. Como resultado, pesquise e compare!

3 – Cartão de crédito só quando valer a pena:

Investir sem pagar impostos, acumular milhões e se tornar membro de um clube de descontos são características atraentes de um cartão de crédito. No entanto, fique atento a taxas de conveniência, altas anuidades ou taxas de juros excessivas.

4 – Prefira à vista, com desconto:

Pagar no balcão pode economizar dinheiro, garantindo um preço mais baixo. Além disso, você estará livre de obrigações e não prejudicará seus ganhos futuros.

5 – Reserve, sempre!:

Planeie para economizar uma parte de seus ganhos, mesmo que apenas uma pequena parte. Você aumentará gradualmente sua quantidade, tanto para investir quanto para estar preparado para imprevistos.

Não ficou mais fácil montar seu plano financeiro agora que você leu todas essas dicas?

Seguindo os passos e entendendo a importância dessa ferramenta, você aumentará suas chances de ter um futuro próspero em larga escala.