Golpe de empréstimo online: Saiba como não cair em um!

Com os avanços tecnológicos, as instituições financeiras passaram a oferecer a seus clientes a possibilidade de acessar suas contas bancárias e investimentos pela “internet”, bem como solicitar empréstimos “online”. Apesar do fato de que iniciar um negócio “online” está se tornando cada vez mais popular entre os usuários da Internet, ainda há muitas dúvidas sobre se é realmente seguro.

É compreensível que os usuários hesitem em fornecer informações pessoais na “internet”, mesmo que as plataformas sejam para instituições financeiras. A verdade é que a realização de negócios “online” é segura e protegida desde que o usuário tome as devidas precauções.

Existem terceiros sem escrúpulos que podem enganar indivíduos com ofertas falsas ou até mesmo usar a força.

➵ Leia também: Linha de empréstimo do Banco do Brasil: Como calcular as taxas e contratar

Golpe de empréstimo: Como é aplicado?

O roubo de propaganda é realizado por contatos com supostos vendedores de empresas conhecidas que operam fora dos canais oficiais de comunicação. Dito de outra forma, esses indivíduos se identificam como funcionários de uma instituição financeira conhecida e se comunicam com as vítimas por plataformas de mídia social como Facebook, e-mail e Whatsapp, entre outras.

Durante o contato inicial, a vítima é bombardeada com propostas de empréstimos mais rápidos e mais baratos do que os disponíveis no mercado. Com suas palavras, o golpista convence a vítima e a embala com uma falsa sensação de segurança. Quanto mais desesperada uma vítima precisar de trabalho, maior a probabilidade de ela ser vítima desses (categorias) de crimes.

Para ganhar a confiança da vítima, o golpista fornece informações falsas.

Como identificar que você está diante de um golpe

Existem alguns sinais que podem ajudá-lo a identificar um golpe antes de cair nele. Se você está pensando em criar uma empresa “online”, esses indicadores de alerta devem ser considerados com cuidado. Nesses casos, evitar uma fraude é a melhor abordagem para evitá-la. Observemos os sinais e sintomas:

  • Plataformas oficiais externas devem ser contatadas.
  • Não há nenhuma ou poucas obrigações administrativas.
  • É muito simples estender um crédito.
  • Oferecido a uma taxa de juros consideravelmente menor do que o mercado
  • Para crédito liberado, há obrigação de pagamento antecipado.
  • Uma pessoa deve fazer o pagamento.

Cuidados a se tomarem para evitar um golpe

  • Confira o site oficial da empresa: Antes de se candidatar a uma vaga “online”, certifique-se de estar no site oficial da instituição financeira. Você pode encontrar o site oficial da empresa e outras contas de mídia social em questão de segundos.
  • Obtenha um certificado de segurança: O cadeado verde à esquerda do domínio confirma a segurança das suas informações enviadas ao site. Através do uso de um sistema de criptografia, suas informações ficam inacessíveis a terceiros não intencionais.
  • Leia mais sobre a empresa no Reclame Aqui: Reclame Aqui é o maior site de proteção para internautas. Neste site, você pode ler sobre as experiências de outras pessoas com determinada empresa, bem como determinar se é confiável ou não.
  • Informe-se no Banco Central: É recomendável que o consumidor informe-se no Banco Central sobre a legitimidade da instituição financeira com a qual pretende fazer negócios. Você pode consultar uma lista de instituições autorizadas acessando o site do Banco Central ou ligando para elas por telefone.
  • Não é permitido adiantamento de pagamento: O adiantamento de pagamento para liberação de um investimento é proibido por lei. Ou seja, nenhuma instituição financeira fará essa cobrança a seus clientes por se tratar de uma prática ilegal. A grande maioria dos golpes emprega essa tática, então fique atento.

Tire fotos, imprima ou salve o material promocional da oferta de demonstração que você descobriu. Este material publicitário servirá como prova de que você tem direito às condições de trabalho previamente acordadas.