Pagamentos em Máquina de Cartão – Saiba o que Acontece

Um fator que contribuiu muito para popularizar o uso de cartões de crédito e cartões de débito foi a chegada da máquina de cartão, ou “máquinas”, como também é chamado no Brasil, que agora estão presentes em vários estabelecimentos comerciais, como lojas, supermercados, hotéis, restaurantes, bares e muitos outros.

Esses dispositivos, também conhecidos como terminais de pagamento, pontos de venda (POS), são dispositivos pequenos e compactos que basicamente leem os dados da conta do cliente armazenados em chips eletrônicos ou bandas magnéticas no cartão e os passam pela linha telefone para as instituições financeiras responsáveis ​​por fazer as transferências de dinheiro entre as contas de quem paga e quem recebe.

Um cartão máquinas POS de crédito e de débito agiliza operações de pagamento, ajudando a evitar uma série de problemas comuns em comércios como filas, falta de mudança, fraudes com dinheiro falso ea probabilidade de roubo, uma vez diminui a quantidade de dinheiro no caixa.

Imagem: ria.ru

Tipos de terminais de pagamento

Em muitos estabelecimentos comerciais, é mais comum encontrar máquinas de “terminal fixo”, que são as “máquinas tradicionais”. Esses terminais geralmente permanecem nas caixas, conectados a uma linha telefônica fixa que normalmente é cobrada mensalmente pelo seu uso.

Há também máquinas do tipo terminais portáteis que operam no exatamente da mesma maneira como terminais fixos, apenas com a diferença de que o leitor de cartão é portátil e pode ser cliente, entrando em contato com a máquina básica através de uma transmissão sem fio, por uma distância limitada. Esses terminais proporcionam maior conforto em estabelecimentos como postos de serviços e grandes restaurantes, mas só podem ser utilizados em todo o estabelecimento.

Outro tipo de terminal de pagamento que vem ganhando destaque recentemente, principalmente como um cartão de crédito máquina para autônomo, é o terminal móvel ou SOMP (POS móvel), que pode ser conectado ao telefone celular ou tablets, o que pode ser usado em qualquer lugar onde o sinal do operador esteja disponível, como a máquina SumUp TOP.

Além disso, esse tipo de máquina geralmente requer menos burocracia; já que o profissional pode demonstrar que o seu negócio existe através de processos muito mais simples do que a máquina tradicional e, portanto, muito adequado para uso como máquina de cartão para pessoas.

Indústria de pagamento com cartão de crédito

Os pagamentos com cartão de crédito envolvem vários provedores de serviços que intermediam a transação financeira entre o cliente e o provedor. São eles: – Operador: é o cliente que faz o pagamento com o cartão, pode ser o dono da conta ou não necessariamente; – Provedor: é o estabelecimento que oferece o bem ou serviço ao cliente, ou recebe o pagamento do cliente; Provedor: é a empresa que fornece o serviço de pagamento com cartão, e que faz a comunicação entre o provedor e a bandeira do cartão. Fornece equipamentos para terminais POS ou mPOS, como máquinas e sistemas ou aplicativos para seu uso. – Emissor: é uma instituição financeira, principalmente um banco, que emite o cartão e é responsável por aprovar transações, estabelecer limites de compras, emitir faturas, oferecer produtos e fazer cobranças. – Flag: é a empresa responsável pela realização de transações financeiras entre o provedor e a instituição financeira que emite o cartão. As principais bandeiras do Brasil são Visa, MasterCard, AmericanExpress, Diners, Hiper e Elo.

História e desenvolvimento de terminais POS

Até os anos 1970, os operadores de sistemas de cartão de crédito usado trocas de dados de papel e chamadas para apoiar, e como o número de portadores de cartões cresceu, esses sistemas se tornou lento e inviável.

A necessidade de automatizar estes processos levaram a empresas líderes do setor a procurar soluções, por isso, em 1973, Visa e MasterCard estabeleceram seus sistemas electrónicos para verificar as informações da conta e autorizar pagamentos, Base I e INAS, respectivamente, o que permitiu transações Eles serão realizados mais rapidamente, quase imediatamente.

Magnéticos cartões de banda estão agora no lugar, com os comerciantes têm agora dial-up terminais com leitores magnéticos, permitindo o acesso remoto aos dados da conta do cliente e transações financeiras dentro de minutos.

A primeira máquina de cartão de crédito foi desenvolvido pela Visa em 1979 e na década de 1980 várias empresas de eletrônicos começou a fabricar e desenvolver o terminal, que até hoje têm sido bastante similar.

No início de 2000, com o desenvolvimento e expansão dos serviços e tecnologias móveis e da Internet em todo o mundo, e o desenvolvimento de dispositivos inteligentes, como smartphones e tablets, o conceito de terminais fixos migraram para tecnologias móveis.

No Brasil, embora as primeiras iniciativas para introduzir cartões de crédito começou na década de 1950, não foi até a década de 1990 que os pagamentos com cartão se tornou popular, e desde a década de 2000 as máquinas já estão presentes na maioria de lojas e estabelecimentos. o país.

Imagem: Dreamstime

Máquina de cartão celular

Terminais de pagamento móvel têm várias vantagens sobre os terminais fixos e portáteis, porque eles podem ser usados ​​em qualquer lugar com o serviço disponível 3G ou telefone móvel 4G, com conexões seguras, tecnologia de transmissão de dados criptografados e chip e PIN.

Um cartão de máquina móvel oferece as mesmas vantagens para o cliente como terminais fixos, sendo uma ótima opção para pequenas empresas e empreendedores individuais (MEI), vendedores, comerciantes, porta aos vendedores de porta, taxistas, atendentes, com esta opção Máquina de cartão de crédito para o independente pode ampliar as possibilidades de pagamento e contemplar mais clientes.

Estes aparelhos também pode ser usado como uma máquina de cartão para o indivíduo, basta comprar um leitor de cartão, que é conectado ao telefone celular via Bluetooth, e baixar um aplicativo, como o leitor TOP SumUp, executando sistemas Android e iOS

Tecnologia terminal de pagamento

Para reduzir a probabilidade de fraude e clonagem cartões, sistemas de cartões inteligentes foram criadas na década de 1990, além da tarja magnética também usam chips eletrônicos para armazenar dados, permitindo a criptografia uso para decodificar as informações.

Estes cartões são EMV (Europay, Mastercard e Visa) padrão, criado em colaboração por empresas líderes na indústria e estabeleceu um conjunto de regras e normas de segurança para os sistemas de pagamento com cartão de chip em todo o mundo.

Muitos cartões, além do chip, também adoptar um número de identificação pessoal ou PIN (Número de Identificação Pessoal), no sistema conhecido como chip-and-PIN. Cada vez que um cartão com chip e PIN é inserido num terminal de POS ou MPOS, o sistema executa uma limpeza de dados de cada operação realizada, de modo que a informação do cartão não é armazenado no ponto de venda, o cartão.