Vai atrasar o cartão de crédito? Veja o que fazer antes!

Depois de orçar e organizar, você não conseguiu pagar com cartão de crédito? Portanto, é fundamental saber o que fazer.

Devido à alta taxa de juros do cartão, deixar a conta sem pagar não é uma alternativa viável. Portanto, quando acumulam, podem exacerbar a dívida.

A seguir, explicamos como evitar que seu cartão de crédito interfira no seu dinheiro.

➵ Leia também: É vantagem fazer amortização de empréstimo: Veja agora se vale a pena!

O que acontece se eu não pagar o saldo do meu cartão de crédito?

Não pagar a fatura do cartão de crédito pode causar muitos problemas. O não pagamento transfere o valor da fatura para o saldo rotativo do cartão.

Isso indica que o dinheiro acumulará juros e vencerá no mês seguinte. Devido à alta taxa de juros rotativos, o valor total aumentará substancialmente.

Além disso, se a dívida não for paga até o final do próximo mês, sua identidade poderá ser informada às organizações de proteção ao crédito. Como SPC ou Serasa.

Também é possível que o limite do cartão tenha sido desativado por falta de pagamento. Consequentemente, você não poderá fazer mais compras a crédito.

Ainda existem instituições que revogam o cartão após um determinado período. Portanto, se você precisar novamente, precisará enviar um novo pedido e aguardar a aprovação do cartão.

Todos esses cenários podem mudar de acordo com o emissor do cartão. Para ter certeza de sua condição, é aconselhável investigar as práticas da empresa.

Como é feita uma cobrança no cartão de crédito?

A cobrança do cartão de crédito aparece no extrato mensal. Assim que a conta é paga, o limite de crédito é removido. Se a conta permanecer aberta, o crédito pode ser restringido e o saldo pode incorrer em juros e multa, dependendo da empresa.

Quando um empréstimo não é pago, é normal que o banco se aproxime de você e proponha um acordo.

Se possível, também vale a pena dar este passo. Ao demonstrar a sua vontade de negociar e reembolsar o empréstimo, poderá obter condições mais favoráveis ​​junto do banco.

O que é o crédito rotativo do cartão?

O crédito rotativo é uma opção viável para muitas pessoas que não conseguem pagar seu cartão de crédito mensalmente. É caro, mas pode ser a única maneira de evitar que o limite do cartão seja interrompido.

É assim que funciona: você deve pagar pelo menos o valor mínimo indicado pela operadora.

Assim, o limite de crédito permanece aberto para outras operações. Enquanto isso, o saldo não pago da fatura é adicionado à próxima fatura com juros.

Entenda como funcionam as taxas

Os custos associados ao crédito rotativo variam por instituição bancária. Em qualquer caso, eles são avaliados sobre o saldo não pago da fatura.

Exemplo: você deixou de pagar R$ 500,00 no cartão no mês passado. Neste mês, ele fez novas compras no valor de R$ 300,00. Isso indica que sua nova fatura será de R$ 800,00, mais juros sobre o saldo devedor de R$ 500,00.

O compartilhamento da fatura do cartão é uma opção viável?

Em vez de acumular juros rotativos ou incorrer em uma taxa, você pode optar por parcelar seu cartão de crédito. É prudente preparar o orçamento e evitar o acúmulo de dívidas.

Em última análise, com o parcelamento, o valor do pagamento mensal é previsível. Então, você poderá organizar seus fundos e se manter atualizado.

Além disso, você demonstrará sua intenção de pagar comprometendo-se com o banco. Portanto, a corporação pode preservar sua “boa vontade” garantindo crédito no cartão e condições de pagamento favoráveis.

Aqui está o que você deve fazer se não puder pagar sua fatura de cartão de crédito:

Pode ser mais fácil pagar sua dívida de cartão de crédito em parcelas se você negociar com seu banco. Veja abaixo.

Visite o banco:

Entre em contato com o banco imediatamente e informe-os de que você está enfrentando problemas de pagamento.

Essa interação pode ser realizada por telefone ou pessoalmente. Muitas operadoras permitem que você se comunique por meio de seu site ou aplicativo móvel. Pode ser uma solução mais conveniente e direta para o usuário.

Tente negociar a conta:

Entrar em contato com o operador permite que você organize as condições de pagamento. Para isso, é benéfico planejar-se com antecedência para determinar quanto do seu orçamento você pode alocar.

Ou seja, quanto você pode pagar ao banco a cada mês. Assim, quando a empresa de crédito lhe der um acordo, você terá maior confiança em sua capacidade de aceitá-lo sem complicações. Então, será mais fácil manter os pagamentos em dia.

Tente negociar condições de pagamento favoráveis ​​e taxas de juros mais baixas. Uma boa discussão pode ajudar na negociação de condições favoráveis.

Divida em muitos pagamentos:

A obtenção de um prazo de pagamento favorável é intrigante, mas isso não implica em parcelas infinitas.

De fato, é preferível que os pagamentos sejam feitos em várias parcelas. Consequentemente, o empréstimo será quitado mais cedo, proporcionando um descanso ao seu orçamento.

Considere a proposta:

Avalie a proposta de pagamento do banco antes de concordar com ela. Talvez a instituição financeira afirme que esta é sua última oportunidade ou algo semelhante: não confie nela. As empresas estão sempre dispostas a negociar, e o desejo de fechar um acordo rapidamente não deve ser considerado.

Idealmente, você deve ter certeza de que pode reembolsar prontamente as quantias acordadas. Caso contrário, o contrato pode resultar em problemas financeiros. Sem acrescentar que a reabertura dos pagamentos pode prejudicar futuras negociações.

Tenha uma organização financeira:

Na hora de negociar com o banco, é fundamental organizar o orçamento, como dito anteriormente. Assim, você estará ciente do seu orçamento e terá maior confiança em aceitar uma proposta.

No entanto, a organização financeira também é fundamental para evitar contrair empréstimos adicionais. Se você gerenciar seus custos ao longo do tempo, poderá evitar negócios futuros, por exemplo. É mais fácil manter as contas em dia e evitar dívidas, inclusive de cartão de crédito, com a devida preparação.

Conclusão

Não é aconselhável deixar sua conta de cartão de crédito sem pagar, pois as taxas de juros são altas e a dívida tende a crescer substancialmente.

Portanto, se você não conseguir pagar o saldo do cartão, pode ser vantajoso utilizar o crédito rotativo.

Além disso, a liquidação da dívida é uma possibilidade. Consequentemente, você pode parcelar a fatura e ter um período de carência maior para o pagamento.

Independentemente do curso de ação que você decidir seguir, o planejamento é crucial. Assim, será mais fácil aderir ao acordo e eliminar a dívida.