Como funciona o CET no crédito? Entenda agora!

Quer descobrir tudo sobre custo efetivo total? Então você está no local correto. Neste post, você aprenderá o que é o CET, os custos associados ao seu custo, como é calculado e onde você pode encontrar informações sobre essas taxas e despesas que afetam uma transação de crédito.

Ao buscar um empréstimo, muitos indivíduos se concentram apenas na taxa de juros informada. Essa narrativa é fortemente influenciada por uma infinidade de variáveis ​​adicionais. Ao examinar o Custo Efetivo Total – CET – da operação, é possível determinar com precisão quanto será devolvido pelo valor emprestado.

Quando você sabe exatamente quanto terá que pagar, pode evitar surpresas desagradáveis ​​nas parcelas. Isso porque alguns negócios dependem exclusivamente da taxa de juros para atrair clientes e nem sempre divulgam todas as taxas.

Leia também: O que fazer quando o dinheiro acaba? Confira as soluções práticas!

Qual significado de CET no crédito?

O Custo Efetivo Total reflete a soma de todos os encargos e despesas associados a uma atividade de crédito, por isso é essencial compreender o seu significado. É uma declaração do valor que será pago pelo empréstimo solicitado, representado pela sigla “CET”. Em outras palavras, essa abreviação simboliza o valor final (real) de sua dívida.

Como funciona o CET?

O CET simplifica a vida do consumidor, permitindo que ele determine com precisão qual opção é mais barata. Isso sem falar no fato de que é mais simples comparar as taxas entre as instituições. Por exemplo, o banco A cobra uma taxa de 5% enquanto o banco B cobra um custo de 4%. Por mais alarmante que possa parecer o aumento das taxas de juros, a situação em A pode ser mais favorável do que em B. No final, cada um utiliza um índice único, uma TC (Tarifa de Registro) mais baixa e outros fatores. Assim, o valor final pode variar muito de empresa para empresa, e nem sempre o empréstimo com a menor taxa de juros é a melhor opção.

Isso permite que você compare os limites de crédito com mais segurança e evite surpresas desagradáveis ​​na hora de assinar o contrato.

Quem planeja solicitar um empréstimo deve estar ciente do CET como uma etapa crucial em seus preparativos. Ao preencher sua declaração de imposto de renda, também é crucial que você informe com precisão esses números.

Quais tarifas são incorporadas ao Custo Efetivo Total?

Os custos que compõem o CET podem variar de acordo com a instituição e até mesmo a natureza do relacionamento das partes. Normalmente, os juros representam a maior parte dessa despesa. Por exemplo, algumas empresas cobram um preço de registro inicial, enquanto outras optam por isentá-lo.

No entanto, isso não significa que outras taxas devam ser ignoradas, pois são necessárias para determinar se um empréstimo vale a pena. Observe agora quais despesas a CET pode cobrir:

  • Taxas de juros
  • Taxas de análise de crédito
  • TC – Tarifa de Cadastro
  • Taxas administrativas em geral
  • Seguros em geral
  • Tarifas em geral
  • Tributos em geral IOF (Imposto sobre Operação Financeira)

Entenda alguns deles:

  1. Imposto sobre Operações Financeiras (IOF): Esse Imposto é uma taxa obrigatória que deve ser acrescida ao valor total dos empréstimos, financiamentos, operações de câmbio e títulos imobiliários.
  2. Taxa de Cadastro (TC): Os agentes financeiros cobram essa taxa para cobrir os custos de pesquisar a situação financeira do cliente junto aos órgãos de proteção ao crédito e analisar e processar os dados necessários para iniciar a operação de crédito.
  3. Seguro: Alguns agentes financeiros também podem cobrar um seguro que garanta o pagamento mesmo que o titular perca o emprego ou morra.
  4. Taxas administrativas gerais: Os agentes ainda podem cobrar taxas administrativas e de manutenção cadastral. Dependendo da política de crédito do agente financeiro, essas taxas podem ser diferentes.

Como é determinado a taxa?

A CET é igual à soma das taxas de juros, impostos, taxas, gravames, IOF, taxas de registro, prêmios de seguros e outras despesas do contrato. É expresso em percentagem anual (%).

Agora que você já entendeu o que é a CET, preste bastante atenção a ela na hora de realizar uma simulação de crédito. Mesmo que duas empresas forneçam taxas de juros e prazos idênticos, o Custo Efetivo Total pode variar. Use essa porcentagem para determinar qual proposta é mais benéfica para você!